Peter Jackson dirigirá documentário sobre os últimos anos dos Beatles

Produção do documentário terá a cooperação de Paul McCartney, Ringo Starr, Yoko Ono Lennon e Olivia Harrison

por Soraia Alves

Há exatos 50 anos, no dia 30 de janeiro de 1969, acontecia o The Beatles’ Rooftop Concert, uma apresentação da banda em cima do prédio onde ficava a Apple Corps, empresa deles mesmos. Além do tumulto que a ideia causou, esse foi o último show dos Beatles antes do fim da banda, e por isso é tão marcante.

Grande parte das filmagens desse show deve aparecer no próximo documentário da banda, que será dirigido por Peter Jackson. O diretor trabalhará com um material bruto de 55 horas de filmagens inéditas, captadas pelo cineasta britânico Michael Edward Lindsay-Hogg, entre 02 e 31 de janeiro de 1969, o que bate com o processo de gravação de “Let It Be”, último álbum lançado pelos Beatles.

Além das imagens, há ainda 140 horas de áudio disponibilizadas para o trabalho do diretor, que expressou ter ficado aliviado ao ver que existia menos drama entre Paul, John, George e Ringo do que todo mundo imagina: “Fiquei aliviado quando descobri que a realidade é bem diferente do mito. Claro, tiveram momentos de drama, mas nada próximo à fama de briga associada ao projeto.”

As filmagens serão restauradas pela dupla Clare e Jabez Olssen, famosos pelo documentário sobre a Primeira Guerra Mundial, “They Shall Not Grow Old”.

O comunicado oficial ainda garante que a produção do documentário terá a cooperação de Paul McCartney, Ringo Starr, Yoko Ono Lennon e Olivia Harrison.

O documentário ainda não tem título ou data de estreia, mas será seguido pela versão restaurada do filme “Let It Be” original, dirigido por Michael Lindsay-Hogg.

Compartilhe: