A bateria de um carro elétrico da Volkswagen providenciou toda a energia usada neste clipe de música

Foram usados todos os 35,80 kilowatts da bateria de um e-Golf para produzir a nova versão de “Electric” com a cantora Rein

por Pedro Strazza

Que a energia por trás de um carro elétrico é equivalente à de um movido a gasolina ou gás todo mundo já tem ideia, mas talvez não existam muitas pessoas que realmente tenham consciência da potência por trás destes veículos mais sustentáveis. Querendo deixar isso mais claro a seus consumidores, a Volkswagen resolveu tirar do papel um projeto ousado: e se toda a energia que alimenta a produção de um clipe de música viesse da bateria de um carro elétrico?

A resposta é o vídeo de “Electric”, nova versão da canção da sueca Leila K de 1995 que agora ganhou uma roupagem moderna nas mãos da cantora de punk eletrônico Rein. Concebido em parceria com a Nord DDB, o clipe promove o investimento da marca em carros elétricos ao fornecer toda a energia usada pela produção – desde a orquestração até os efeitos visuais – com uma bateria de um e-Golf da fabricante. Você pode conferir o resultado acima.

Parte da campanha “Let’s Get Electric”, que divulga o comprometimento da Volks em ter toda a sua linha de veículos convertida para modelos elétricos em um futuro próximo, o clipe de “Electric” pelas mãos de Rein veio quase que naturalmente para os planos da marca, segundo a diretora de marketing da divisão sueca da empresa Jeanette Asteborg: “A canção é um clássico atemporal com foco em eletricidade. É uma música difícil de abordar, mas quando ouvimos a Rein [interpretá-la] nós sentimos que ela poderia tanto carregar a canção quanto deixá-la mais ‘elétrica’.” afirma a executiva sobre o projeto.

O resultado vem sendo bastante positivo. Desde o lançamento no fim de janeiro, a nova “Electric” já acumulou mais de oitocentos mil views no canal da Volkswagen e uma boa quantidade de elogios nas redes sociais, incluindo dos fãs da versão original que foi um hit na Eurovision de 1995.

Se você ficou curioso em como a produção conseguiu distribuir toda a energia presente na bateria de carro no clipe, o vídeo de bastidores ilustra de maneira divertida o procedimento complexo de fazer um clipe com meros 35,80 kilowatts.

Compartilhe: