Depois de ser chamado de “Tim Apple” por Trump, Tim Cook segue o exemplo e muda seu nome de perfil no Twitter

CEO da Apple substituiu o seu sobrenome pelo emoji com o icônico logo da empresa na rede social (e ainda arranjou um jeito de trollar quem não é usuário da marca)

por Pedro Strazza

Em mais um episódio de mancadas oficiais que só o atual presidente estadunidense poderia alcançar (apenas ele e, talvez, o recém-empossado chefe de estado brasileiro), na noite de ontem (6) Donald Trump conseguiu estragar uma típica reunião de seu conselho da política de força de trabalho do país ao trocar as bolas e chamar o CEO da Apple, Tim Cook, de “Tim Apple”.

A confusão obviamente não passou batido pelas redes sociais, que de posse do vídeo com o momento em que o presidente chama Cook de “Apple” um verdadeiro meme.

A piada aparentemente tinha acabado aí, mas eis que o executivo decidiu continuar a piada e, em “homenagem” ao acidente, mudou o próprio nome em seu perfil no Twitter. A alteração? Sai “Tim Cook”, entra “Tim Apple”, lógico – com o icônico logo da enpresa substituindo o seu “novo” sobrenome.

O melhor de tudo é que Cook ainda conseguiu arranjar um jeito de contemplar os usuários dos produtos da empresa em meio a toda a zueira com Trump. Só quem usa produtos da Apple vai conseguir ver o emoji da maçã no seu perfil, enquanto todos os outros ficam restritos ao bom e velho “quadradinho do erro de leitura”.

Não dá pra dizer que o CEO não tem um jeito bem-humorado na hora de lidar com as polêmicas.

Compartilhe: