McDonald’s compra empresa de inteligência artificial por $300 milhões para virar a “Amazon do fast food”

Dynamic Yield vai ajudar marca a identificar com melhor precisão quais são os itens mais populares da rede em cada unidade

por Pedro Strazza

Numa jogada de negócios um tanto fora do comum, o McDonald’s anunciou a compra da Dynamic Yield, uma empresa de desenvolvimento de inteligência artificial. Localizada em Nova York e Tel Aviv, a companhia foi adquirida pela rede de fast food pela bagatela de 300 milhões de dólares.

A parte curiosa da compra é que o McDonald’s resolveu adquirir a Dynamic Yield para ajudar na análise de vendas de seus produtos do cardápio. De acordo com a empresa, a nova aquisição irá auxiliar a marca a determinar quais itens são os mais populares em cada unidade, de forma a melhorar a experiência tornando-a mais pessoal e customizada.

Sim, o McDonald’s fez o seu maior investimento desde a compra de ações da Chipotle Mexican Grill em 1998 para transformar seu atendimento do cliente o equivalente à versão fast food da Amazon.

Ainda a ser finalizada, a compra da Dynamic Yield não é exatamente a primeira vez que o McDonald’s brinca com inteligência artificial e algoritmos. Desde 2018 a marca vem aplicando em suas unidades um atendimento baseado na tecnologia, além de fazer parcerias com apps de geolocalização para dinamizar o atendimento. À Wired, porém, o CEO Steve Easterbrook garante que a companhia tem grandes planos envolvendo big data e tecnologia smart, incluindo antenas que detectam quando seu celular (e você) está se aproximando de uma unidade ou mesmo câmeras que escaneam a placa do carro e traduzem isso em uma tabela de pedidos personalizados.

Se isto seria invasivo demais para o cliente, bom, só o tempo dirá.

Compartilhe: