Aplicativo da Nike vai ganhar realidade aumentada para vender o tênis ideal para você

Nike Fit promete escanear pé do usuário não apenas para indicar o melhor tamanho de tênis, mas também para levá-lo ao modelo mais adequado

por Pedro Strazza

A Nike em breve deve lançar uma nova atualização de seu aplicativo que adicionará uma ferramenta de realidade aumentada à plataforma. O motivo? Usar a tecnologia para medir os pés dos usuários e ajudá-lo a vender os tênis da marca no tamanho mais apropriado ao cliente.

Nomeado Nike Fit, a função combina além da AR habilidades de computer vision, inteligência artificial e algoritmos de recomendação e foi concebida após a empresa descobrir em pesquisas que 60% da população ao redor do mundo usa tênis no tamanho errado para suas proporções. A ferramenta tem um uso relativamente simples: localizada na área onde o usuário pode escolher o tamanho do seu tênis, ela abre a câmera do smartphone e pede que a pessoa fique próxima de uma parede e aponte o aparelho para o pé, permitindo assim que se crie os pressupostos necessários para que a tecnologia atue na medição e o app indique o tamanho ideal de calçado.

O mais interessante, porém, é que a partir da determinação do tamanho do pé do usuário o próprio aplicativo combina dados para mostrar se aquele modelo é mesmo o melhor para ele, comparando medidas com a de outros consumidores e apontando estatísticas como “tantos por cento com medidas similares compraram neste tamanho” e “Este sapato talvez fique pequeno”.

De acordo com o Engadget, a Nike já confirmou que a nova ferramenta não é uma ação de marketing mas sim um investimento sério da empresa, que pretende torná-lo parte essencial da experiência do app num futuro próximo. Além de guardar os dados, o Nike Fit também permitirá que lojas associadas à marca recebam os dados a partir de um QR code gerado no smartphone.

A Nike pretende estrear o Nike Fit em seu aplicativo no próximo mês de julho, disponibilizando a ferramenta inicialmente apenas nos Estados Unidos – mas já há planos de expandir a função para a Europa no segundo semestre.

Compartilhe: