Tarantino pede que público do Festival de Cannes não revele spoilers de “Era Uma Vez em Hollywood”

Carta escrita pelo diretor e publicada nas redes sociais alerta público do evento para não entregar “qualquer coisa que previna outros de experimentar o filme da mesma forma”

por Pedro Strazza

A passagem de Quentin Tarantino e seu novo filme, “Era Uma Vez em Hollywood”, pelo Festival de Cannes deste ano tem sido tudo menos discreta. Depois de todo um clima de vai-não-vai sobre a participação da produção na seleção oficial do evento (que chegou a incluir a bizarra especulação de que o “Little Women” de Greta Gerwig pudesse preencher o buraco caso ele rolasse), o épico hollywoodiano do cineasta agora está prestes a fazer sua premiere no exato dia do aniversário de 25 anos da estreia de “Pulp Fiction” no mesmo festival.

Nem tudo é celebração para o diretor, porém. Na manhã desta segunda-feira, 20 de maio, a Sony Pictures lançou em suas redes sociais uma carta datilografada e assinada por Tarantino que pede ao público de Cannes que não compartilhe quaisquer detalhes sobre a trama do filme, que será exibido amanhã na Croisette. “Eu amo cinema, Vocês amam o cinema. É a jornada de descobrir a história pela primeira vez.” escreve o cineasta, que ainda pede que “todo mundo evite revelar qualquer coisa que previna outros de experimentar o filme da mesma forma”. Confira abaixo o documento na íntegra:

A carta segue um esquema bastante similar das escritas por Joe e Anthony Russo nas respectivas épocas de lançamento de “Vingadores: Guerra Infinita” e “Vingadores: Ultimato”. Além de fotos de textos com assinaturas dos diretores, as publicações se parecem por promoverem uma hashtag anti-spoiler, desta vez o #NoSpoilersInHollywood.

No caso de Tarantino, porém, o histórico com spoilers não é exatamente recente mas vem desde seu último trabalho, “Os Oito Odiados”. No começo de 2014, quando estava a começar a produção do longa, o diretor viu seu roteiro ser vazado na internet, o que na época o levou a considerar desistir do filme para lançar o texto na forma de um romance literário. A ideia obviamente foi descartada (em especial depois do cineasta sediar uma leitura dramática da obra em Los Angeles e mudar o final da história), mas o temor de Tarantino em ver seus trabalhos estragados pela ânsia das redes sociais não passou.

Enquanto a exibição de “Era Uma Vez em Hollywood” acontece amanhã em Cannes, o filme chega aos cinemas brasileiros no próximo dia 15 de agosto.

Compartilhe: