Apple promete ser mais transparente em relação à bateria do iPhone

Empresa notificará formalmente os usuários de iPhone quando as atualizações do iOS puderem piorar o desempenho da bateria

por Soraia Alves

A Apple finalmente ouviu o apelo dos usuários e passará a notificar formalmente os usuários de iPhone quando as atualizações do iOS puderem piorar o desempenho da bateria de seus dispositivos.

A decisão vem depois que o The Competition & Markets Authority, órgão regulador do Reino Unido, manifestou preocupação com a Apple no ano passado. A autoridade recebeu muitas reclamações de consumidores, que alegavam não serem avisados ​​sobre as alterações de software em seus telefones que resultavam em uma queda do desempenho da bateria do smartphone.

Além disso, os clientes também reclamaram que não conseguiam encontrar facilmente informações sobre a vida útil da bateria do iPhone.

Todos os produtos da Apple são alimentados por baterias de lítio, que vão diminuindo o desempenho após uma série de cargas e exposição prolongada a temperaturas extremas.

A Apple já havia se desculpado sobre o mesmo assunto em 2017, depois que foi revelado que o iOS 11 do iPhone estava piorando o desempenho de aparelhos com baterias mais antigas. Além de prometer substituir as baterias de aparelhos fora da garantia por US$ 29, a empresa lançou o indicador de “saúde da bateria” no iOS 12 em setembro de 2018.

Agora, porém, a empresa passa a ter um compromisso formal de notificar os clientes sobre mudanças que afetam a duração da bateria. A Apple também concordou em facilitar o acesso às informações sobre a integridade da bateria e desligamentos inesperados, além de orientações sobre como os usuários do iPhone podem maximizar a saúde da bateria do telefone.

Compartilhe: