Rotten Tomatoes vai passar a pedir ingressos de usuários que avaliam filmes na plataforma

Usuários que não passarem pela verificação ainda poderão avaliar, mas não contarão com uma marcação de legitimidade ao lado do nome

por Matheus Fiore

Já se tornou comum que alguns grupos de fãs raivosos e infantis não aceitem bem os filmes de seus estúdios favoritos e, por isso, comecem campanhas para manchar a imagem da obra na internet. O Rotten Tomatoes, agregador de notas de críticos e do público, é um dos portais mais utilizados por esses grupos. Geralmente, os grupos se organizam para dar notas negativas e, assim, fazer com que o filme tenha a menor reputação possível.

No começo de 2019, o próprio Rotten Tomatoes começou a se planejar para evitar que seu portal fosse utilizado para tal fim. A primeira medida foi, mesmo que óbvia e tardiamente aplicada, importante: filmes só poderão ser avaliados após sua estréia no circuito comercial.

Agora, o site dá um passo além e, de certa forma, um tanto quanto corajoso. A partir de hoje, o Rotten Tomatoes exigirá uma verificação de compra de ingressos para que o usuário possa dar sua nota para um filme. Considerando o fato de que, hoje, boa parte do público americano utiliza aplicativos para ir ao cinema, e não mais ingressos em papel, a medida pode ser bastante efetiva.

Inicialmente, apenas usuários do aplicativo Fandango poderão avaliar filmes, pois somente este app terá desde já a verificação de ingressos. Futuramente, AMC Thatres, Regal e Cinemark Theatres também poderão ser incluídos no sistema.

Como notou o SlashFilm, usuários sem ingressos verificados ainda poderão escrever e dar notas para os filmes aos quais assistirem, mas o Rotten Tomatoes criou um sistema que insere um brasão ao lado de resenhas “verificadas”, dando maior autenticidade para aqueles que registrarem seus ingressos e, portanto, diminuindo o valor daqueles que não o fizerem.

O SlashFilm nota também para o fato do Fandango ser o primeiro aplicativo integrado ao sistema ser uma medida curiosa. O Fandango pertence ao Rotten Tomatoes, e o site vê o modo como a novidade foi implementada como um meio de impulsionar o uso do app e as compras de ingressos por ele. O novo sistema já passa a valer para as avaliações dos últimos lançamentos, como “Aladdin e “Brightburn”.

Compartilhe: