Google junta obras de Portinari em museu virtual

Coleção reúne 5 mil obras digitalizados do pintor modernista, divididas em 20 exposições virtuais a fim de preservar seu legado

por Soraia Alves

O Google Arts & Culture lançou uma plataforma especial em parceria com alguns museus e com o Projeto Portinari. A plataforma junta as obras do artista em uma espécie de museu virtual, facilitando o consumo das pinturas de Portinari em qualquer lugar do mundo.

Chamada de “Portinari: O Pintor do Povo”, a coleção reúne 5 mil obras digitalizados do pintor modernista, divididas em 20 exposições virtuais a fim de preservar seu legado. Além dos quadros, o acervo reúne 15 mil documentos do arquivo pessoal de Portinari.

O projeto também traz a curadoria de João Cândido Portinari, filho do pintor. Para João, o mais interessante do projeto é poder reunir os trabalhos de seu pai em um só lugar, já que as obras de Portanari estão espalhadas por museus, como o Museu Nacional de Belas Artes, e até no prédio da ONU, em Nova York, que exibe os quadros “Guerra” e “Paz”: “É uma coisa incrível porque as obras estão em um lugar que poucos têm acesso. Já recebemos reclamações de brasileiros que foram até a ONU e não conseguiram ver. Agora todo mundo terá acesso”, diz João.

Além das obras, a plataforma traz ainda informações sobre a história de Portinari, assim como fatos que ajudam a compreender um pouco mais de sua arte.

Essa não é a primeira vez que o Google Arts & Culture reúne o acervo de um artista da América Latina em um museu virtual. No ano passado, a plataforma disponibilizou as obras de Frida Kahlo em uma parceria com 33 museus de 07 países. Ainda assim, Portinari é o primeiro artista brasileiro a ganhar a homenagem.

O museu virtual pode ser acessado através do app, disponível para Android e iOS, e também pelo site aqui.

Compartilhe: