Starbucks convoca Bill Nye para ensinar origens do cold brew

Ação marca novo investimento da rede na bebida, que deve estar presente em todas as unidades da empresa nos Estados Unidos até o fim de 2019

por Pedro Strazza

A temporada de verão no hemisfério norte entra em sua reta final a partir do começo de agosto, mas isto pelo visto não impediu o Starbucks de lançar uma nova campanha para divulgar o seu cold brew. E a marca de café não está economizando em investimentos de divulgação para sua versão da bebida gelada, dado que a série de vídeos da vez envolve ninguém menos que Bill Nye, “the Science Guy”.

Criado pela Big Spaceship em parceria com agência da própria empresa, a Starbucks Creative Studio, as publicações partem todas de um longo vídeo de quase quatro minutos em que Nye repete o esquema de seus programas de ciência na PBS com foco no processo por trás da criação da versão gelada do café da marca. São quatro pilares – a textura suave, o gosto doce, o sabor cremoso sem creme e a presença de bolhas no copo – que o apresentador explora por meio da ciência para explicar o sentimento de “woah” que o Starbucks quer ligar ao produto.

Junto da peça principal (que você pode conferir acima) e as ramificações estreladas por Nye que já estão disponíveis em seu canal no YouTube, o Starbucks também produziu uma série de chamadas para diversos meios (incluindo publicidade para vídeos e podcasts) que tentam traduzir o “woah” em experiências visuais e sonoras, como no vídeo abaixo.

O interesse do Starbucks em divulgar o cold brew não acontece apenas porque partes significativas dos Estados Unidos vem encarando novas (e preocupantes) ondas de altas temperaturas, mas porque a empresa também pretende aumentar seu investimento na bebida. Embora o vídeo de Nye declare que o produto só esteja disponível em “lojas selecionadas”, cerca de 80% das unidades da marca nos Estados Unidos já contam com a torneira responsável pelo cold brew, com a companhia pretendendo completar o processo até o fim deste ano.

Compartilhe: