“Celular do TikTok” não tem nada a ver com a rede social, esclarece ByteDance

Empresa também confirmou que o smartphone só será vendido na China para atender a demanda da parceira Smartisan

por Pedro Strazza

Desde maio roda a informação de que a ByteDance teria planos de vender um celular próprio no mercado a partir de um acordo com a também chinesa Smartisan, que vendeu algumas de suas patentes à companhia para que esta produzisse seu modelo. No começo desta semana, porém, começou a se disseminar o rumor de que o smartphone teria algo a ver com o TikTok, com a rede social possuída pela empresa vindo pré-instalado nos celulares e portanto se tornando uma ramificação do negócio altamente lucrativo que é o aplicativo hoje.

Questionada pela Forbes e o Gizmodo, porém, a empresa desmentiu oficialmente os boatos de uma ligação de seu novo produto com a rede social, além de confirmar que o aparelho deve ser vendido apenas na China. “As informações do desenvolvimento de nosso smartphone referem-se estritamente a uma continuação de planos que já estavam acontecendo antes da ByteDance começar a trabalhar com a Smartisan” escreveu um porta-voz da empresa no comunicado oficial aos dois veículos; “O produto não possui qualquer conexão com o TikTok e o foco está em atender as necessidades da base de clientes atual da Smartisan”.

Esta estratégia de manter as vendas de um hardware ao mercado chinês se pensar o investimento atual da ByteDance para fortalecer a presença do TikTok ao redor do mundo. Depois de atingir a marca do primeiro bilhão de downloads e se tornar o aplicativo não jogável mais baixado do primeiro semestre deste ano, a plataforma tem tomado medidas importantes para viralizar sua rede social, como anunciar integração com o Giphy, adquirir start-ups de desenvolvimento de trilhas automatizadas e até mesmo lançar um programa de talentos em países como o Japão e a Coréia do Sul, onde é mais popular.

Compartilhe: