Já havia gente inventando jeitos criativos de facilitar a baliza em 1930

Na traseira ou dianteira do carro, usando apoios e limando uma das rodas, criando pneus que giram para as laterais... são várias as ideias para facilitar de vez o procedimento

por Pedro Strazza

Fazer baliza é talvez o mais velho ritual de passagem sofrido de qualquer pessoa disposta a aprender a dirigir. Em teoria soa como algo simples, mas manobrar um carro para estacioná-lo em um espaço reduzido entre outros dois veículos desde sempre é uma espécie de “missão impossível” para os motoristas em processo de acumular experiência dado o nível de risco (bater o carro, destruir propriedade alheia) e mini momentos de vexame envolvidos – e ainda há a parte para sair depois, que é tão chata de realizar quanto.

O que poucos sabem, porém, é que os esforços para solucionar essa dificuldade são tão antigos quanto sua existência, e há uma série de filmagens de época no YouTube hoje que provam isso. Pegue por exemplo este registro datado de 1° de janeiro de 1933, que divulga o curioso uso de uma roda sobressalente na parte de trás de um veículo da Packard para permitir que o carro gire para os lados de forma mais orgânica na hora de estacionar. O nome do criador do mecanismo é desconhecido, infelizmente.

Fascinante, né? Se sua resposta foi “sim”, saiba que há um clipe ainda mais antigo da falecida produtora Pathé News, cujo arquivo até hoje é mantido pelo British Pathé. No filme, datado de um inacreditável ano de 1927, demonstra-se um conceito de solução mais ou menos parecido na cidade de Paris, só que ao invés de usar estepes na parte de trás a ideia foi aplicada nas rodas da frente, que viram com o uso de uma simples manivela.

Ambas essas soluções podem soar um pouco extravagantes demais, mas houve quem esteve disposto a tentar resolver a baliza na base do minimalismo. Tome por exemplo este vídeo promocional de 1948, que divulga o fabuloso Davis Three-Wheeler cujo mote para acabar com as crises sobre a baliza é uns apoios e… deixar apenas uma roda na dianteira do veículo!

Nos dias atuais, talvez o exemplo mais recente de tecnologia sendo criada para solucionar os dilemas de estacionamento sejam as rodas de Liddiard, uma invenção de William Liddiard datada de 2016 cuja proposta para fazer os carros se deslocarem “para os lados” são esses pneus que são “girados” para dentro e para fora afim permitir o movimento. E dá pra ficar um bom tempo admirando a aplicação das rodas.

Tudo isso é muito lindo, claro, mas ainda ninguém foi capaz de bolar uma tecnologia capaz de ser universalizada entre as fabricantes de forma a acabar de vez com as dificuldades de iniciantes para praticar a baliza – ainda que já existam há tempos aquelas câmeras traseiras com alerta para deixar o procedimento todo um pouco mais fácil.

Mas um dia… ah, um dia a baliza há de ser limada.

Compartilhe: