Acordo obriga Facebook e WhatsApp a entregar mensagens a autoridades britânicas

Novo acordo será assinado em outubro e ajudará na investigação de suspeitos de crimes como pedofilia e terrorismo no Reino Unido

por Matheus Fiore

Após um novo tratado entre os Estados Unidos e o Reino Unido, plataformas como Facebook e o WhatsApp serão legalmente obrigados a compartilhar mensagens encriptadas de seus aplicativos com as forças policiais britânicas.

O acordo será assinado em outubro e forçará as mídias sociais a colaborarem com investigações entregando às autoridades as conversas encriptadas dos suspeitos de crimes como pedofilia e terrorismo. Noticiada pela Times e pela Bloomberg, a notícia chega em um momento no qual muitos criminosos utilizaram justamente o sistema de criptografia dessas plataformas para planejar crimes e compartilhar conteúdo perigoso graças à segurança dos sistemas.

“Nós nos opomos às tentativas dos governos de criar ‘portas dos fundos’ nas plataformas, pois isso comprometeria a privacidade e segurança de todos os nossos usuários”, afirmou o Facebook em uma declaração; “Políticas governamentais como essa permitirão às empresas entregar quaisquer informações sobre seus usuários a partir de um pedido legal válido”.

Apesar disso, o acordo traz algumas restrições. De acordo com a Times, os países acordaram em não investigar os cidadãos uns dos outros a partir disso, o que significa que as autoridades americanas não terão acesso aos dados obtidos pelo Reino Unido. A medida vale para quaisquer plataformas que estejam em atividade em solo britânico. A novidade valerá também para o Messenger, o aplicativo de troca de mensagens integrado à plataforma principal do Facebook.

Compartilhe: