Ariel e Boticário são premiadas pela ONU Mulheres por campanhas publicitárias que derrubam estereótipos de gênero

Enquanto ação do Boticário permitiu que funcionários assistissem jogos da Copa do Mundo de Futebol Feminino, campanha da Ariel desconstruiu visão machista sobre divisão das tarefas domésticas

por Matheus Fiore

A entidade ONU Mulheres celebrou na premiação “De Igual para Igual” duas campanhas produzidas pelas marcas brasileiras Ariel e Boticário. O reconhecimento é destinado a enaltecer trabalhos de publicidade de toda a América Latina que busquem desconstruir estereótipos de gênero.

No caso do Grupo Boticário, a ação “Com você eu jogo melhor”, criada pela agência So What, foi a segunda colocada entre todas as candidatas. A ação foi criada durante a última Copa do Mundo de Futebol Feminino, que foi até o momento a maior edição da história do torneio, e engajou o público a acompanhar e apoiar a modalidade ao interromper as atividades da companhia para permitir que os funcionários acompanhassem os jogos do Brasil, incentivando que outras marcas e empresas promovessem o mesmo.

Já a campanha da Ariel, “#CompartilharNosFazMelhores”, foi feita em parceria com a agência Publicis Brasil. A campanha desconstrói estereótipos presentes em atividades domésticas, reiterando que tais responsabilidades são de ambos os sexos, e não apenas para as mulheres, como pensava-se em um tempo no qual a sociedade tinha uma visão mais machista das divisões de obrigações.

Compartilhe: