No Dia Mundial da Saúde Mental, HBO convoca psicólogo para analisar personagens de suas séries

No Dia Mundial da Saúde Mental, HBO convoca psicólogo para analisar personagens de suas séries

Primeiro episódio de "HBO Doctor Commentaries" já está no ar e trata do transtorno obsessivo-compulsivo da protagonista de "Girls"

por Pedro Strazza

Aproveitando que hoje, 10 de outubro, é o Dia Mundial da Saúde Mental, a HBO decidiu lançar uma nova campanha que busca conscientizar o público de que sim, a mente também pode ser vítima de doenças e que está tudo bem em tê-las e tratá-las. Como espalhar a palavra? Fácil, convocando um psicólogo para analisar os personagens das mais variadas séries produzidas pelo canal.

Esta é justamente a premissa de “HBO Doctor Commentaries”, uma espécie de minissérie virtual do canal da emissora no YouTube. Estrelado pelo psicólogo clínico Ali Mattu, a produção é a principal peça da campanha criada pela Wieden & Kennedy New York e teve seu primeiro episódio divulgado hoje, centrado na personagem Hannah Horvath (Lena Dunham) de “Girls”.

O bacana é que, para além da análise, o vídeo usa as produções da HBO como ponto de partida para debater temas relevantes ao problema passado pelo personagem em foco – o que é ótimo pois as séries do canal desde os tempos de “Família Soprano” são recheados de indivíduos atormentados por doenças. No caso do “piloto”, a questão em pauta é o TOC e a diferenciação entre as pessoas que carregam de fato a doença da afirmação leviana “ah, eu tenho TOC de vez em quando”, que no fim diminui o impacto da condição em si. Confira abaixo o capítulo na íntegra.

A série transmitirá sempre ao final do episódio o slogan da campanha, “It’s OK”, junto de um link que leva o usuário para o site oficial da National Alliance on Mental Illness – além de uma linha telefônica da organização que ajuda pessoas passando por dificuldades com suas doenças da mente. A expectativa é que mais episódios de “HBO Doctor Commentaries” saiam nos próximos dias, centrados em personagens de séries como “Euphoria” e “Sharp Objects”.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link