Com “contagem diferente”, Netflix afirma que 3° temporada de “Stranger Things” é a mais assistida da plataforma

Streaming conta como espectador todo usuário que viu, pelo menos, 70% de apenas um episódio da série, e não da temporada inteira

por Soraia Alves

A Netflix divulgou o seu mais recente relatório com os dados referentes aos terceiro trimestre de 2019. No período, a empresa apresentou um crescimento de US$ 5,2 bilhões em receita, um aumento de 31% em relação ao ano anterior, enquanto o lucro operacional dobrou para
US$ 1,0 bilhão.

Sucesso! Mas um detalhe sobre como a Netflix tem feito a contagem de visualizações de seus programas chamou a atenção. No mesmo relatório, a plataforma de streaming informou que a terceira temporada de “Stranger Things” é “a mais assistida até o momento com 64 milhões de contas assistindo no primeiro mês de seu lançamento”.

Acontece que a Netflix analisa esse “número de visualizações” de forma diferente da maioria das empresas que monitoram audiência. A plataforma já informou há algum tempo que conta como uma visualização quando a conta de um usuário completa pelo menos 70% de um filme, por exemplo. Porém, quando falamos de séries, a conta é diferente: a Netflix afirma que, para cada série, “devido ao seu tamanho altamente variável, contamos como um espectador a conta que completa substancialmente pelo menos 70% de um episódio”.

Sendo assim, a Netflix conta como “espectador da série” todas as pessoas que viram, pelo menos, 70% de apenas um episódio da série, e não 70% da temporada inteira, o que é bem diferente, convenhamos.

O número foi usado pela primeira vez para falar sobre “Elite”, um drama adolescente espanhol que se tornou um fenômeno entre os jovens e em plataformas como o Tumblr. Na época, a Netflix informou que 20 milhões de contas assistiram à primeira temporada do programa em quatro semanas.

Desde então, a Netflix usou essa metodologia para todos os seus números relatados, como confirmou um representante da empresa ao The Verge. Vale ressaltar que a plataforma não trabalha com empresas de análise de audiência, como a tradicional Nielsen, por exemplo. Em seu próprio monitoramento, por sinal, a Nielsen garante que a terceira temporada de “Stranger Things” teve 26,4 milhões de espectadores únicos nos Estados Unidos nos primeiros três dias, e que mais de 40 milhões de pessoas assistiram ao programa nos seus primeiros quatro dias em todo o mundo.

De qualquer forma, “Stranger Things” é mesmo um sucesso de público, talvez só um pouquinho diferente do que a Netflix mostra.

Compartilhe: