Pizza Hut enfim começa a testar caixas redondas de pizza (e uma opção à base de carne de plantas) no mercado

Além de ser a mais nova rede de fast food a seguir os passos do Impossible Whopper, Pizza Hut também quer substituir custos baratos por sustentabilidade como prioridade de suas embalagens

por Pedro Strazza

O Pizza Hut esta semana está colocando em fase de testes duas novidades que tem potencial de mudar pra valer a dinâmica dos restaurantes da rede de pizza. Junto de um prato feito à base de carne criado com plantas que busca surfar a onda dos hambúrgueres vegetarianos que o Impossible Whopper lançou, a companhia também está vendo os detalhes finais de novas caixas de pizza que enfim saem do esquema quadrado tradicional para buscar o formato redondo.

Desenvolvido em parceria com a startup de delivery automatizado Zume, a embalagem circular no caso está em desenvolvimento há dois anos e foi pensada pelo Pizza Hut por conta de questões sustentáveis, dado que ela usa bem menos material para ser fabricada. De acordo com o COO Nicolas Burquier, a caixa foi concebida para fazer as pizzas da marca terem um gosto ainda melhor, dado que o executivo afirma que elas serão capazes de manter os alimentos quentes e crocantes por mais tempo.

Enquanto a opção pelas embalagens redondas devem substituir como prioridade o barateamento dos custos de produção com qualidade e sustentabilidade (afinal, caixas quadradas são mais “fáceis” de se fabricar), o prato à base de plantas da rede será mesmo para aproveitar as novas tendências do mercado. De acordo com a companhia, a versão vegetariana de suas pizzas se chamará Garden Specialty Pizzae usa uma linguiça italiana feita à base de alimentos vegetais da MorningStar Farm (uma subsidiária da Kellog’s) intitulada “Incogmeato” combinada a ingredientes como pimentas banana, cebolas e cogumelos.

Tanto a nova pizza quanto as caixas redondas serão testadas por enquanto apenas em uma unidade do Pizza Hut na cidade de Phoenix, nos Estados Unidos. A variação da pizza feita com carne à base de planta será vendida por 10 dólares por um dia e terá toda a sua arrecadação destinada a organização sem fins lucrativos local Arizona Forward.

Compartilhe: