Parque da LEGO em Nova York vai usar inteligência artificial para criar versões em blocos de montar dos visitantes

Lego Factory Adventure Ride também usa tecnologia de hologramas para permitir que usuário interaja com sua versão minifigure

por Pedro Strazza

A LEGO em tempos recentes anunciou planos de abrir uma oitava versão de sua Legoland na cidade de Nova York, um que é previsto pela própria companhia como a maior versão do parque temático construído pela marca de blocos de montar. E a ambição da empresa com o novo projeto não se limita à escala mas também a suas atrações, incluindo uma que literalmente vai gerar a versão minifigure dos turistas.

Revelada esta semana na exposição anual da Associação Internacional de Parques e Atrações Temáticas realizada em Orlando, a Lego Factory Adventure Ride no caso é outra montanha-russa feita no escuro e sem trilhos do parque e que promete mergulhar o público dentro do ritmo maquinário das fábricas dos blocos de plástico icônicos da marca. O diferencial do brinquedo desenvolvido pela Holovis e a ETF Ride Systems, porém, é que graças à tecnologia de hologramas e inteligência artificial ele consegue assimilar o visual do “passageiro” e criar em poucos segundos sua contraparte “montável”, com a qual o usuário poderá interagir durante o curso da experiência.

A ideia da transformação em si lembra muito o momento da corrida da Mansão Mal Assombrada dos parques da Disney que transforma os visitantes em fantasminhas, mas obviamente exige maior complexidade dado o nível de detalhes envolvidos. A inteligência artificial do brinquedo é praticamente a mesma do deepfake e aproveita características como cor e formato do cabelo, características específicas do rosto, cor da camisa e até mesmo as expressões visuais do passageiro na hora de recriá-lo como minifigure. O vídeo acima dá uma breve prévia do mecanismo em funcionamento.

Ao Theme Park Insider, o CEO da ETF Ruud Koppens declara que “O veículo criado para o Lego Factory Adventure Ride foi feito para fazer os convidados se sentirem como parte do maquinário robótico e automatizado que você veria normalmente numa fábrica da LEGO.”. Já o diretor de criação da Holovis Peter Cliff diz que a combinação das tecnologias e experiências promovidas pelas duas empresas no brinquedo é bastante orgânica, citando que “como a tecnologia HoloTrac é completamente invisível ao visitante” o momento da transformação soa como mágica real quando acontece.

A “Legolândia” de Nova York está prevista para ser aberta no dia 4 de julho de 2020, com a Lego Factory Adventure Ride marcada para estar em funcionamento já na abertura do parque.

Compartilhe:
  • tags: