Em tom documental, curta “Alice” inspira doações ao GRAACC

Filme independente conseguiu arrecadar R$ 14,4 milhões para o GRAACC, apenas na noite de lançamento

por Soraia Alves

A produtora Piloto é a responsável pelo curta-metragem “Alice”, criado para o GRAACC, hospital referência no tratamento do câncer infantojuvenil. Produzido de forma independente em setembro deste ano, nas cidades de São Paulo e São Bernardo do Campo, o filme de 9 minutos conta, em tom documental, a história da menina Alice, atendida pela instituição.

[Andre Ferezini] Alice | Graacc from Piloto on Vimeo.

De forma emotiva, a peça procura mostrar como as vidas dela e de seus parentes se transformaram, de um dia para o outro, através dos diversos impactos ocasionados pelo tratamento do câncer. A Piloto teve liberdade criativa para a desenvolver o curta, produzido em caráter filantrópico, e também contou com apoio da produtora de áudio Liquo. O resultado que se vê no filme ocorreu após 4 diárias de gravação em estúdio e locações diversas.

Com direção e roteiro de Andre Ferezini, o objetivo do trabalho é traduzir espírito da instituição e apresentar o trabalho do GRAACC. “Foi um esforço de produção que nos deu muito orgulho, pois se converteu em resultados práticos para a entidade. Torcemos para a recuperação pronta de Alice e que sua história inspire mais pessoas a darem o suporte que o GRAACC precisa”, diz Ferezini.

Com o intuito de fomentar doações para o custeio do hospital e de suas atividades, o filme foi exibido em um evento no Palácio Tangará, em São Paulo, e conseguiu arrecadar R$ 14,4 milhões para o GRAACC, apenas na noite do evento.

Compartilhe: