Apple não permite que vilões de filmes usem iPhones, revela Rian Johnson

Diretor de "Entre Facas e Segredos" expôs exigência peculiar da fabricante em entrevista para a Vanity Fair

por Matheus Fiore

Vender produtos através de filmes não é lá bem uma novidade. Essa estratégia de publicidade existe há décadas. A própria Apple já teve seus produtos expostos em algumas obras de forma bastante expositiva – como não lembrar das primeiras temporadas de “House of Cards”, quando quase todos os personagens da série da Netflix tinham um Mac?

Rian Johnson, entretanto, revelou uma informação bastante peculiar e, até então, nova para o público durante uma entrevista para a Vanity Fair: a Apple não permite que seus iPhones sejam utilizados por vilões de filmes. Nas palavras do diretor de “Entre Facas e Segredos” e “Os Últimos Jedi”: “Apple… Eles permitem que você use iPhones em filmes, mas – e isso é muito importante se você estiver assistindo a um filme de mistério –, os malvados não podem ter iPhones diante das câmeras”.

Você pode ver a declaração na íntegra abaixo.

É curioso pensar como essa informação pode entregar o futuro de muitos filmes. O próprio “Entre Facas e Segredos”, por exemplo, conta com um enorme mistério sobre a identidade do assassino de um magnata, mas em algumas cenas do filme é possível ver personagens portando iPhones – como no caso da personagem vivida por Jamie Lee Curtis.

Portanto, se torna uma atividade interessante (e estranha) rever filmes e séries de anos passados e buscar por iPhones nas mãos de personagens, até mesmo para saber se a medida da Apple é algo novo ou se já possui longa data. No caso de “House of Cards”, Frank Underwood (Kevin Spacey) é de certa forma o vilão, mas também o protagonista da história. Há de se considerar, também, a possibilidade de a Apple só aplicar a exigência para filmes, o que eliminaria a série da Netflix da equação.

Compartilhe: