Em tempos de coronavírus, mãos do logo do Mercado Livre deixam de se cumprimentar

Ideia da marca é promover o "consumo responsável" em meio à crise para que os dias melhores cheguem mais rápido

por Pedro Strazza

Com a pandemia do coronavírus firme e forte, a população não apenas está buscando o isolamento e a quarentena como põe em prática o distanciamento social, garantindo sua saúde em meio a crise com um espaço de três a quatro passos do mais próximo. O item máximo de segurança pessoal em temos de doenças perigosas continua o mesmo, porém: não cumprimentar fisicamente as pessoas, evitando ao máximo dar as mãos neste momento de educação.

Quem seguiu a recomendação de forma inesperada foi o Mercado Livre, que em suas redes sociais promoveu uma mudança pontual em seu logo. Ao invés de exibir duas mãos se cumprimentando, a marca agora mostra a mesma recepção com as duas partes se tocando com a pontinha do cotovelo.

A alteração obviamente se deu por conta da crise do coronavírus, com a marca acompanhando o gesto do slogan “Juntos. De mãos dadas, ou não.”. A ideia do Mercado Livre com a iniciativa é divulgar o consumo responsável “para dias melhores chegarem o quanto antes”, impedindo assim que o COVID-19 seja disseminado pelos negócios firmados pelo usuário na plataforma.

Vale ressaltar que, de acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil conta agora com 318 casos confirmados de pessoas infectadas com o coronavírus. Segundo médicos e especialistas em saúde, a melhor forma de evitar a doença e suprimir seu contágio é cobrindo a boca e o nariz com o antebraço ao espirrar, evitando aglomerações e o contato com pessoas infectadas, e lavando muito bem as mãos com frequência. No momento, o ideal é evitar sair de casa sem necessidade.

Compartilhe: