Netflix cria fundo de US$ 100 milhões para sustentar profissionais desempregados pela pandemia

US$ 15 milhões do montante são destinados a organizações que estão providenciando serviços de assistência a trabalhadores do audiovisual que foram afetados pela crise

por Pedro Strazza

A Netflix anunciou nesta sexta-feira (20) a criação de um fundo de ajuda de 100 milhões de dólares para sustentar profissionais da indústria que foram afetados diretamente pela crise do coronavírus e estão desempregados durante a pandemia. Em comunicado oficial, o CCO Ted Sarandos escreve que a medida foi pensada em vista da atual suspensão de produções e filmagens em todo o setor ao redor do globo.

Além de diretores, roteiristas e artistas, o executivo também cita elétricos, carpinteiros e motoristas como profissionais que “são pagos por horas e trabalham com base diária” e precisam de fundos para serem sustentados: “Esta comunidade apoiou a Netflix nos bons momentos, e nós queríamos ajudá-la durante esta hora difícil, especialmente enquanto os governos ainda estão decidindo qual o melhor apoio econômico a ser fornecido” afirma Sarandos no anúncio.

Dos 100 milhões de dólares do fundo, 15 milhões serão destinados a organizações sindicais e beneficentes que vem oferecendo serviços de assistência a membros da indústria dentro e fora do país. Isso inclui o fundo de desastres do sindicato de atores, o Motion Picture & Television Fund e o fundo de assistência de emergência a atores dos EUA, que receberão cada um US$ 1 milhão, mas Sarandos afirma que o serviço de streaming está trabalhando com organizações no resto do globo para oferecer auxílio em países críticos da pandemia na Europa, América Latina e Ásia.

Essa preocupação não acontece a toa. Desde que o coronavírus atingiu os Estados Unidos, a Variety reporta que mais de 120 mil trabalhadores da indústria audiovisual estadunidense perderam o emprego com a suspensão das produções. Por conta disso, Sarandos define o momento como “sem precedentes” e acrescenta que a Netflix vai analisar os projetos da empresa para procurar funcionários e prestadores de serviço que podem precisar de assistência.

Compartilhe: