Na Polônia, app exige selfie para provar que usuário está respeitando quarentena

Caso usuário não esteja em casa, polícia é notificada e pode emitir multa em valor equivalente a até 5 mil reais

por Matheus Fiore

A Polônia criou um aplicativo chamado Home Quarantine que ajuda o governo a ter controle sobre a circulação da população e saber quem está ou não respeitando a quarentena, estabelecida para conter o contágio do novo coronavírus. No país, a quarentena imposta pelo governo é de 14 dias, e quebrá-la configura crime.

Segundo o Input, o aplicativo foi projetado pensando nos cidadãos poloneses que recentemente voltaram de viagens para fora do país. O aplicativo utiliza geolocalização e reconhecimento facial para identificar as pessoas. O Home Quarantine exige, ao longo do dia e aleatoriamente, uma selfie da pessoa, para provar que está em quarentena.

Se o pedido não for respondido em vinte minutos, a polícia será notificada. Pessoas que não respeitem a quarentena podem ser punidas em multas que chegam ao equivalente a R$ 5.000,00. A ideia do governo é, caso não consiga incentivar todos os cidadãos a ficar em casa pelo bem de toda a sociedade, pelo menos incentivá-los a isso por meio de multas.

No Brasil, a recomendação é que, com exceção daqueles que possuam necessidades ou obrigações específicas, todos fiquem em casa nos próximos meses. Em alguns estados, como Rio de Janeiro e São Paulo, os governadores estão recomendando fechamento de comércios e serviços não essenciais por no mínimo quinze dias, começando na terça, dia 24 de março.

Compartilhe: