Nova ferramenta do Instagram permite que você navegue pela timeline enquanto conversa em vídeo com os amigos

Rede social também vai aumentar combate à desinformação, reduzindo alcance de publicações com mentiras sobre a pandemia e deletando posts com teorias da conspiração e falsas alegações

por Pedro Strazza

O Instagram não tem poupado esforços para ajudar a população em tempos de coronavírus. Depois de inaugurar no último final de semana o sticker “Em Casa” para incentivar nos Stories a quarentena em casa, a companhia divulgou nesta terça-feira (24) um conjunto de novidades que inclui novas medidas para combater a desinformação e ferramentas que estimulam o distanciamento social.

Na parte de interface, o mais novo recurso da plataforma é o Co-Watching e permite que o usuário simultaneamente converse em vídeo com amigos e navegue pela timeline tradicional do aplicativo. Ativado a partir do chat de vídeo do Instagram Direct, a função dá acesso a publicações salvas, curtidas e recomendadas, que podem ser vistas (e julgadas) pelos participantes da conversa.

São as medidas contra a desinformação que chamam a atenção no anúncio, porém. Além de aumentar os esforços de moderação (e, portanto, de remoção) de conteúdos relacionados ao coronavírus na linha do tempo e inaugurar o “Em Casa”, o Instagram escreve em seu blog oficial que também vai incluir um novo alerta educacional no buscador para ajudar a conectar os usuários com os recursos da Organização Mundial da Saúde.

A companhia também declarou que vai diminuir o alcance de posts sobre o tema da pandemia que não se enquadram nos critérios estabelecidos pelos seus fact-checkers. Ao The Verge, um porta-voz da rede social diz que “Se os posts forem avaliados como falsos pelos verificadores, nós vamos removê-los das páginas de hashtag e exploração”, além de confirmar que alegações falsas e teorias da conspiração serão deletadas da plataforma.

As medidas do Instagram são as mais recentes de uma série de mudanças promovidas pelo Facebook em suas redes sociais em tempos de coronavírus. Além do aplicativo de fotos, a companhia também lançou nos últimos dias uma divisão para combate de fake news no WhatsApp e uma central de informações ao próprio Facebook, com estatísticas em tempo real da pandemia e detalhes de prevenção da doença.

Compartilhe: