Coronavírus leva San Diego Comic-Con a cancelar edição de 50 anos da convenção

Coronavírus leva San Diego Comic-Con a cancelar edição de 50 anos da convenção

Organização afirma que decisão foi tomada de acordo com consulta com autoridades de saúde e declarações recentes do governo da Califórnia

por Pedro Strazza

Uma das maiores feiras de cultura pop do planeta acaba de cair perante o coronavírus. Com o prosseguimento da pandemia, a San Diego Comic-Con anunciou nesta sexta (17) que a edição deste ano do evento está oficialmente cancelada, sem remarcações e com a próxima convenção acontecendo agora só em 2021, entre os dias 22 e 25 de julho.

Em comunicado à imprensa, os organizadores escrevem que a decisão foi tomada depois que “O contínuo monitoramento com conselheiros de saúde e as recentes declarações do governo da Califórnia deixarem claro que não seria um movimento seguro manter os planos para a edição deste ano”. A SDCC também garantiu reembolso integral àqueles que já haviam garantido sua entrada na feira deste ano e quem reservou hotéis através dos serviços providenciados pela companhia – além de possibilidade de remarcação a quem queira mover os planos para 2021.

“Tempos extraordinários requerem medidas extraordinárias e por mais que fiquemos tristes com a ação, nós sabemos que é a decisão correta” diz um porta-voz no anúncio; “Nós estamos esperançosos que o tempo de nos encontramos de novo chegue e possamos compartilhar a vasta comunidade que amamos e adoramos”.

Além da edição cancelada ser justamente a que comemoraria os 50 anos de existência do evento, o fim da San Diego Comic-Con também deve impactar drasticamente a economia da cidade. O evento anualmente conta com um público médio de 130 mil pessoas e, conforme pessoas do mundo todo vem a San Diego para aproveitar a convenção, a região tornou a feira numa data importante do calendário.

Do lado da indústria o movimento é relativamente esperado, conforme grandes companhias e estúdios no momento rearranjam o calendário na expectativa de que tudo volte ao normal nos Estados Unidos até setembro. As autoridades ainda não garantem, porém, que a pandemia estará sob o controle até a data.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link