Sony recusou “Aranhaverso” com Tobey Maguire, Andrew Garfield e Tom Holland

Estúdio achou "cedo demais" para resgatar outras versões do herói nas telonas

por Matheus Fiore

Quando “Homem-Aranha no Aranhaverso” foi lançado, boa parte do público se perguntou sobre o personagem que funciona como tutor de Miles Morales na animação. Para muitos, aquele Peter Parker era uma referência direta ao personagem da trilogia de Sam Raimi, lançada entre 2002 e 2007 e protagonizada por Tobey Maguire.

Dois anos depois, o produtor Christopher Miller dá uma informação que sustenta bastante a teoria dos fãs. O criativo escreveu em suas redes sociais que, inicialmente, o projeto teria as participações de quatro versões do herói: as do cinema protagonizadas por Tobey Maguire, Andrew Garfield e Tom Holland, e o Porco-Aranha. Só o último, porém, chegou a estar na animação.

A informação surgiu em uma corrente de perguntas e respostas com Miller em seu Twitter. Um seguidor perguntou sobre a possibilidade de Tom Holland fazer uma participação especial na continuação de “Aranhaverso” e sobre a possibilidade de outros atores que viveram o personagem também participarem. Miller não respondeu sobre Holland estar na continuação, mas comentou sobre ter todos em um só filme: “eles acharam ser cedo demais”, dizendo que a Sony não aprovou a ideia de incluir outras versões cinematográficas no filme de 2018.

Além da proximidade (o último filme com Maguire foi lançado em 2007 e o último com Garfield em 2014), a Sony provavelmente tem receio de ressuscitar essas versões por todos os problemas que teve. Com exceção da atual saga com Tom Holland, que tem participação da Disney na parte criativa e inclusão do personagem no MCU, as duas sagas anteriores se despediram de forma amarga.

O terceiro “Homem-Aranha” de Sam Raimi foi um dos filmes do herói com pior recepção por causa da interferência do estúdio na parte criativa. Já as versões com Garfield nunca foram bem vistas, e o próprio ator já desdenhou de sua participação em filmes de herói quando disse que, se tivesse feito outro “Homem-Aranha”, provavelmente não teria trabalhado com Martin Scorsese.

A continuação de “Homem-Aranha no Aranhaverso” chegará aos cinemas em outubro de 2022. Ainda não há informações sobre outras versões do personagem que possam estar no filme, mas dado o sucesso do longa-animado de 2018, é possível que a Sony dê um pouco mais de liberdade criativa para os realizadores.

Compartilhe: