Natura mostra rede de relações entre comunidades extrativistas, colaboradores e consultoras

Empresa se comprometeu a cumprir contratos vigentes, apoiar as comunidades extrativistas, reforçar sua estratégia de digitalização da venda direta e flexibilizar o pagamento de boletos das consultoras

por Soraia Alves

Para manter o bem-estar de consultoras, fornecedores e colaboradores diante do avanço da Covid-19, a Natura tem acompanhado de perto a evolução da pandemia e seguido as recomendações da OMS e das autoridades de saúde locais. Já para garantir que a economia continue circulando na medida do possível, a empresa se comprometeu, entre outras iniciativas, a cumprir contratos vigentes, apoiar as comunidades extrativistas, reforçar sua estratégia de digitalização da venda direta e flexibilizar o pagamento de boletos das consultoras.

A campanha “Rede de Afeto”, assinada pela agência África, apresenta algumas pessoas que fazem parte da cadeia, conectadas a partir de um produto. “Uma das crenças da Natura é que a vida é um encadeamento de relações. Nada no universo existe por si só e tudo é interdependente. Por isso, a empresa se reestruturou desde o início da pandemia para garantir o que sempre foi essencial, cuidar das pessoas”, afirma Andrea Alvares, vice-presidente de Marca, Inovação, Internacionalização e Sustentabilidade de Natura.

A primeira personagem apresentada no filme é Adriana, coordenadora do Movimento de Mulheres das Ilhas de Belém (PA) e parceira da Natura desde 2002. “O fato da empresa, assim que começou a quarentena, mandar um documento garantindo que vai manter todo o nosso contrato, nos deu uma segurança muito grande”, afirma a líder.

Na sequência, a fala é de Cristela, colaboradora que, há sete anos, opera máquinas na fábrica da Natura em Cajamar (SP). Conectada à narrativa de Cristela está a história de Kênia, consultora de beleza Natura. Genilda, líder de negócios da Natura há 12 anos, tem sua vida profissional conectada à de Kênia.

“A pandemia tem feito as pessoas perceberem que a vida de um depende da vida do outro. E isso é algo que está na essência da Natura desde sua fundação, e que se faz ainda mais necessário neste momento de crise”, comenta Sophie Schonburg, Diretora Executiva de Criação da Africa.

As histórias da Rede de Afeto da Natura, assim como as iniciativas para atenuar a crise, estão disponíveis no site da empresa.

Compartilhe: