cover-google2 (2)

Google concede subsídios de US$ 1.000 para ajudar no home office de seus funcionários

Email enviado pelo CEO Sundar Pichai ressalta que a maioria dos profissionais da empresa trabalharão de casa até o fim do ano

por Soraia Alves

O Google está oferecendo aos funcionários da empresa um subsídio de US$ 1.000 para a compra de móveis e equipamentos necessários para transformar suas casas em lugares mais adequados para trabalhar durante a pandemia de Covid-19.

Em um email enviado aos funcionários, o CEO Sundar Pichai os atualizou que a empresa planeja continuar trabalhando remotamente até o final de 2020, como já adiantamos, e discutiu quando eles poderiam voltar ao escritório: “Como a maioria dos Googlers estará trabalhando de casa pelo resto deste ano, concederemos a cada Googler um subsídio de US$ 1.000 para custear equipamentos e móveis de escritório necessários”, diz Sundar no email.

Os funcionários podem optar por comprar computadores ou laptops se atualmente não tiverem bons dispositivos em casa ou móveis, como mesas e cadeiras, para tornar o home office mais confortável.

O Google também planeja começar a reabrir seus escritórios no dia 06/07, se as condições permitirem. A reabertura, porém, será apenas para poucos profissionais, que deverão seguir um cronograma rotativo e mantendo apenas “10% da ocupação do edifício”.

Segundo o CEO, “medidas rigorosas de saúde e segurança” serão implementadas seguido as diretrizes de distanciamento social e saneamento divulgadas pelos órgãos mundiais de saúde.

Compartilhe: