Apple pode ser obrigada a remover milhares de jogos da App Store na China

Aplicativos pagos ou com microtransações precisam de licença especial para serem comercializados

por Matheus Fiore

A Apple está prestes a remover milhares de jogos que estão disponíveis na App Store da China. Não é, porém, exatamente uma escolha da gigante tecnológica. Tudo acontece porque o governo chinês está perseguindo aplicativos que tenham sido disponibilizados a loja sem aprovação prévia, como é o caso de apps da Rockstar Games (de “Grand Theft Auto” e “Red Dead Redemption”).

De acordo com a legislação chinesa, todos os jogos pagos, que ofereçam microtransações devem ser analisados e receber uma licença especial antes de ser publicados. A plataforma Android sempre deu valor a este fato, e a Play Store está totalmente regularizada desde então. O problema é que os desenvolvedores dos jogos não pensaram nisso quando os fizeram para iOS.

Segundo a Bloomberg, a Apple deu até julho para que todos os aplicativos sejam atualizados e que consigam a licença chinesa, caso contrário, precisarão ser removidos da App Store – pelo menos em todo o território chinês, o que já é algo muito relevante pois representa um enorme mercado. O Engadget ainda lembra que em fevereiro a Apple avisou às empresas que elas precisavam das licenças mas, aparentemente, foi ignorada por muitas.

Algo similar aconteceu com a Sony recentemente. A PlayStation Store chinesa sofreu cortes e a partir de então apenas jogos lançados oficialmente na região poderiam ser comprados pela plataforma online da empresa.

Compartilhe: