Google vai começar a deletar automaticamente o histórico de buscas e localização de novos usuários

Configurações de privacidade serão ajustados desde a criação do perfil para apagar dados 18 meses depois de sua coleta

por Pedro Strazza

O Google anunciou nesta quarta (24) uma série de mudanças radicais em seu buscador com relação a questões de privacidade a novos usuários, conforme a companhia se comprometeu a criar mecanismos automáticos de apagamento de dados relacionados ao histórico de buscas e os dados de localização.

Este recurso no caso já existe para contas existentes nos serviços da companhia e pode ser acessado por qualquer usuário na página de Minha Atividade para qualquer fim de regulação do acesso pretendido. O que muda, agora, é que todo qualquer indivíduo que crie uma conta nova nas plataformas da companhia tem suas configurações ajustadas para eliminar automaticamente os dados, com rotações estipuladas para intervalos de 18 meses desde o lançamento dos dados até sua exclusão do histórico – que envolve até o Google Assistente.

“Conforme nós desenvolvemos nossos produtos, nós focamos em três princípios importantes: manter sua informação segura, tratá-la de forma responsável e deixar você no comando” escreve o CEO Sundar Pichai na divulgação das medidas; “Hoje, estamos anunciando atualizações de privacidade que ajudam nestas metas”.

As alterações citadas acontecem apenas para novos usuários, mas o Google declara que vai promover a opção de customização na página inicial do buscador e do YouTube para permitir que todo o seu imenso público tenha chance de revisar os termos de privacidade dentro das plataformas. No caso específico da rede social de vídeos, o padrão para contas criadas será ajustado para três anos de forma a garantir o uso do material pelo algoritmo do site.

O Google também afirma que vai facilitar o uso do modo anônimo do Chrome, de forma a permitir que usuários do mobile passem para a aba com um simples apertar longo em sua foto do perfil no navegador. A atualização foi lançada hoje para iOS e em breve deve expandir para o Android e outras plataformas.

Compartilhe: