200722-F-GO452-0001

As forças armadas dos EUA juram que o logo da Space Force não é uma cópia de “Star Trek”

Entidade militar usou as redes sociais para mostrar todos os significados por trás do design do logo da nova divisão

por Pedro Strazza

A vida não anda fácil para a Space Force. Depois de toda a piada em torno da série homônima na Netflix e o caso do licenciamento do nome, a nova divisão das forças armadas do governo dos Estados Unidos anunciou no fim desta última quarta-feira (23) o seu logo e lema oficiais, que despertaram uma nova onda de memes e explicações nas redes sociais.

Isso porque enquanto o lema “Semper Supra” (“Sempre Acima” em latim) passou incólume, o logo despertou algumas gozações por lembrar muito a marca da Frota Estelar do universo da série “Star Trek”, que carrega o mesmo formato em delta e até possui uma estrela muito parecida ao centro.

Não chega a ser uma surpresa, então, que a Space Force tenha usado as redes sociais para justificar as decisões criativas em torno da logomarca. Enquanto a divisão confirma que o formato utilizado é o mesmo usado por muitas agências espaciais desde 1961 (ou seja, cinco anos antes da estreia de “Star Trek”), a estrela ao centro é declarada como um símbolo de Polaris, parte da constelação Ursa Menor e que representa a estrela guia da organização.

A Estrela do Norte não é a única referência no logo da Space Force, porém, que também confirma ainda que os dois pináculos brancos emulam o lançamento de foguetes e que o uso da cor preta é para incorporar “a vastidão da escuridão no espaço profundo”. Mesmo a cor prata na borda carrega o significado de “defesa e proteção”, e ainda há espaço para homenagens bastante sutis na parte inferior aos outros braços das forças armadas, que de acordo com a entidade apoiam a missão espacial.

Vale acrescentar que não é de hoje que a Space Force encara comparações com “Star Trek” em torno de sua identidade visual. A situação remonta a janeiro, quando o sexto braço do exército estadunidense fez a revelação do selo e bandeira oficiais ao lado do atual presidente Donald Trump.

Compartilhe: