Campanha “Vem para o iPhone” da Apple mira usuários insatisfeitos do Android

Vídeos apresentam relatos de pessoas que deixaram a concorrência e busca impulsionar vendas do "econômico" iPhone SE no Brasil

por Pedro Strazza

A Apple debutou essa semana no Brasil uma nova campanha dedicada ao iPhone SE e que mira um público bastante particular do mercado de smartphones: os insatisfeitos com o Android. Intitulada “Vem para o iPhone”, a série de chamadas e comerciais é inteira feita em cima de testemunhos rápidos de pessoas que se mostraram frustradas com seus antigos celulares e por isso abraçaram com tudo os modelos da marca.

A concorrência nunca é citada, claro, mas não é lá muito difícil identificar que sistema operacional os protagonistas se referem nos vídeos da campanha. É o caso principalmente das duas maiores peças do “Vem para o iPhone”, que com 30 segundos recontam histórias de gente que comprou o smartphone depois de sofrer com panes do sistema operacional e a inviabilidade de jogar “um joguinho de capturar monstrinhos” (“Pokémon Go”? Nada, coisa da sua cabeça).

Além de versões reduzidas das duas acima, a campanha ainda conta mais três relatos adicionais no formato de 15 segundos, cujo trato do tema passa por questões de praticidade (de ser mais ágil ou ter “aplicativos grátis”) ou de paixão à primeira vista. Confira abaixo.

Ainda que o Interfaces lembre ser muito duvidoso a praticidade alardeada pelos comerciais se considerar que o iPhone SE de 2016 muito provavelmente sofra na hora de rodar a versão mais recente do iOS, é válido dizer que o esforço da Apple nesta área do mercado não acontece à toa. De acordo com o Tecnoblog, uma pesquisa recente conduzida pela Counterpoint Research revela que o modelo “econômico” do celular da Apple ajudou a companhia a manter os lucros durante este momento da pandemia, inclusive por angariar usuários do Android de volta ao ecossistema de produtos da empresa.

Compartilhe: