Ator de “Demolidor” acusa ex-chefe da Marvel TV de reduzir participação de personagens asiáticos

Segundo Peter Shinkoda, Jeph Loeb teria coagido roteiristas a cancelarem subtrama sobre personagens asiáticos argumentando que "ninguém liga para chineses"

por Matheus Fiore

Peter Shinkoda, ator que interpretou o chefão do crime Nobu Yoshioka em nove episódios de “Demolidor”, série originada da parceria entre Marvel e Netflix, acusou Jeph Loeb, ex-chefe da Marvel TV, de cortar histórias de personagens asiáticos por racismo e xenofobia. Segundo Shinkoda, Loeb afirmou aos roteiristas que “ninguém liga para chineses e asiáticos”, então ordenou o corte das subtramas centradas nesses personagens.

“Jeph Loeb foi à sala dos roteiristas e disse para eles não escreverem sobre Nobu e Gao – e isso foi reiterado várias vezes por vários roteiristas e produtores”, disse Shinkoda durante a [email protected], segundo o The Wrap. “Ninguém liga para os chineses e os asiáticos. Houve uma triloia da Marvel chamada “Blade”, na qual Wesley Snipes matava 200 asiáticos em cada filme. Ninguém dá a mínima, então não escrevam sobre Nobu e Gao”, teria dito Loeb aos roteiristas, que foram obrigados a cortar subtramas da série.

Shinkoda ainda afirmou que, durante meses, os roteiristas de “Demolidor” planejaram escrever sobre Nobu e Madame Gao para a série, e o projeto teve que ser abandonado por coerção de Loeb. “Eu fui privado dessa história. Eles me explicaram e se desculparam bastante por não poder seguir com a ideia, mas eles estavam de mãos atadas. Era uma história muito interessante que complementaria a narrativa principal”, afirmou Shinkoda durante a entrevista.

A série “Demolidor” foi um sucesso, mas teve apenas três temporadas exibidas na Netflix. Em 2018, foi confirmado o cancelamento do seriado. A parceria entre Netflix e Marvel também teve como fruto as séries “Jessica Jones”, “Luke Cage”, “Punho de Ferro” e “Os Defensores”. Com exceção de “Jessica Jones” e do próprio “Demolidor”, nenhuma teve o sucesso esperado, e “Punho de Ferro” ainda foi lançada sob polêmica pelo fato de o personagem ser, nos quadrinhos, asiático, mas a série apresentá-lo como caucasiano.

Compartilhe: