Nova campanha da Heineken brinca com “longa espera” dos últimos meses para celebrar o retorno da Champions League

De receitas culinárias a brincadeiras com bolas de pingue pongue, "A espera chega ao fim" relembra o que torcedores e jogadores fizeram para aguentar a pandemia

por Pedro Strazza

Na próxima sexta-feira, 7 de agosto, a Champions League faz um retorno pouco discreto à programação de TV para encerrar o principal campeonato do continente europeu com as devidas preocupações de saúde – e é claro que tem muito torcedor que está aliviado que vai finalmente ter algo pra assistir durante este momento de pandemia. Patrocinadora oficial do torneio, a Heineken obviamente decidiu marcar a ocasião com uma nova campanha global.

Criada pela Publicis Itália, a nova ação da marca de cerveja conta com uma peça central de 30 segundos intitulada “A espera chega ao fim” trata do retorno da Champions não exatamente pelo ângulo da glória de ver o campeonato voltar, mas da dificuldade de seguir com a vida nos últimos meses sem o esporte. O legal é como isso é apresentado: a Heineken fez uma verdadeira cronologia dos últimos meses em termos de memes relacionados ao esporte, desde atletas fazendo atividades físicas com objetos peculiares até coisas como tentar acertar uma bola de pingue pongue num copo de plástico – confira acima na íntegra.

Enquanto a proposta de “A espera chega ao fim” é similar ao que a Bud Light fez para celebrar a volta do beisebol nos EUA, na divulgação a gerente de marca Cristiane Rosa escreve que o objetivo da Heineken com a campanha foi justamente de trazer alguma inspiração ao público que vai ter que assistir de casa os jogos remanescentes. “Neste momento tão único em que vivemos, esperamos que esta campanha inspire os consumidores a celebrarem o regresso deste torneio, e assistirem com toda emoção os jogos lendários da UEFA Champions League, mas dessa vez de um jeito diferente, mantendo a segurança” comenta a executiva.

A Champions enquanto isso se adapta a um formato reduzido para diminuir os riscos de contágio aos elencos ainda na disputa da taça. Além de sediar todos os jogos em Lisboa e entre os estádios do Benfica e do Sporting (ambos de portas fechadas ao público), a organização também definiu um modelo de partidas únicas para acelerar a continuidade das partidas, que devem acontecer até o próximo dia 23 de agosto.

Compartilhe: