Banido da App Store, “Fortnite” promove paródia do comercial “1984” para criticar Apple

Epic Games pede ao público que "lute para que 2020 não vire '1984'" no vídeo, que faz críticas diretas ao bloqueio promovido pela Apple ao jogo

por Pedro Strazza

A Epic Games pelo visto contava mesmo com o banimento de “Fortnite” da App Store: poucas horas depois da Apple confirmar o bloqueio do jogo em sua loja por infração das diretrizes, o estúdio anunciou e lançou uma paródia de “1984” – o icônico comercial rebelde da Apple para criticar a IBM – no YouTube e dentro do game.

Além da paródia em si, que refaz todo o clima distópico da peça comandada originalmente por Ridley Scott, a Epic também aproveitou o ato para veicular uma mensagem crítica às ações da Apple. “A Epic Games desafiou o monopólio da App Store. Em retaliação, a Apple está bloqueando o ‘Fortnite’ em um bilhão de dispositivos” escreve a empresa, que ainda pede que o público “lute para que 2020 não vire ‘1984’” – confira acima na íntegra o resultado.

Vale também comparar o “remake” com o original, lançado originalmente em 1984 para promover o Macintosh.

O banimento do “Fortnite” da App Store envolve sobretudo a cobrança de uma taxa de 30% sobre todas as transações realizadas pelos aplicativos na loja, mas também os processos de anti-truste movidos contra a Apple e um sistema de transações financeiras instituído hoje dentro do game – saiba mais aqui.

Compartilhe: