formula-1

Carta a governador confirma planos da Fórmula 1 em levar GP do Brasil ao Rio de Janeiro

Plano da organização é sediar corrida em um autódromo a ser construído no bairro da Deodoro, mas projeto é bastante criticado por poder eliminar uma das últimas áreas verdes da cidade

por Pedro Strazza

O GP do Brasil da Fórmula 1 pelo visto vai mesmo mudar de sede. Uma carta assinada pelo CEO do torneio Chase Carey e endereçada ao atual governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, confirma que a organização fechou acordo com o consórcio Rio Motorsports para mover a corrida de Interlagos, em São Paulo, para o Rio de Janeiro a partir de 2021.

A informação vem do Motorsport.com, que obteve a carta com exclusividade. De acordo com o documento publicado no último dia 14 de setembro, Carey só vê como impeditivo para a mudança a ausência de licenças ambientais oficiais – o que o leva a entrar em contato com Castro – para usar o novo autódromo da cidade que o governo do estado atualmente tenta viabilizar na região de Deodoro, na zona norte.

“Estou escrevendo para atualizá-lo de que nós agora finalizamos os acordos para uma corrida com o Rio Motorsports LLC, que vai sediar, organizar e promover eventos da Fórmula 1 no Rio de Janeiro” escreve o CEO na mensagem; “Esses acordos estão prontos para execução e anúncio por parte da Fórmula 1 assim que todas as licenças necessárias forem expedidas pelas autoridades relevantes, como INEA/CECA, no Rio de Janeiro, Brasil. Por favor, sinta-se livre para me contatar a qualquer momento. Estamos ansiosos para um futuro excitante no Brasil.”.

A questão das licenças ambientais é polêmica. Embora a secretaria de esporte do Rio tenha aprovado o projeto em dezembro de 2019, a construção do autódromo é combatida ativamente por grupos ambientais e políticos por conta da utilização do terreno, que desencadearia mais desmatamento sobre a Floresta do Camboatá – justamente uma das últimas áreas florestais da capital do estado.

Além da hashtag “#BrazilSaysNoToDeforestation” rodar as redes sociais desde a divulgação da carta, uma petição contra o autódromo está no ar no site O Bugio e na publicação desta nota já contava com 22.398 assinaturas – você pode conferi-la aqui. O público também lembrou na internet das declarações do piloto Lewis Hamilton, que em 2019 se posicionou contra a construção do autódromo no Rio de Janeiro.

Você pode ler a carta na íntegra abaixo, traduzida pelo Globo Esporte:

“Querido governador Cláudio Castro,

Espero que esta carta chegue bem até você e espero que você e seus colegas estejam bem conforme possível nestes tempos desafiadores e complicados.

Obrigado por seu apoio para marcar a Fórmula 1 no Brasil. O Brasil tem um papel especial na história da Fórmula 1 e nós temos muitos e valorosos fãs no Brasil.

Estou escrevendo para atualizá-lo de que nós agora finalizamos os acordos para uma corrida com o Rio Motorsports LLC, que vai sediar, organizar e promover eventos da Fórmula 1 no Rio de Janeiro. Esses acordos estão prontos para execução e anúncio por parte da Fórmula 1 assim que todas as licenças necessárias forem expedidas pelas autoridades relevantes, como INEA/CECA, no Rio de Janeiro, Brasil.

Por favor, sinta-se livre para me contatar a qualquer momento. Estamos ansiosos para um futuro excitante no Brasil.”

Chase Carey

Compartilhe: