Spotify começa a permitir que usuários insiram músicas em seus podcasts

Novo recurso do Anchor deve enfim dar paz aos programas que tratam de música ou simulam os DJs de rádio (desde que eles aceitem serem exibidos apenas no Spotify)

por Pedro Strazza

Demorou quase dois anos, mas o Spotify enfim achou um jeito de ligar seus dois campos de negócio – o streaming de música e de podcasts – em um mesmo recurso para criadores. A companhia anunciou nesta quarta (14) que começou a testar uma nova modalidade de programas de áudio no Anchor que vai permitir a podcasters que insiram faixas inteiras durante os episódios, uma solução e tanto para o velho problema do meio de tratar de músicas sem se ferrar nos direitos autorais – em especial podcasts dedicados ao meio musical ou que imitam o ambiente dos DJs de rádio.

Disponível por enquanto apenas nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Irlanda, a ferramenta dá acesso a todo o catálogo de mais de 60 milhões de faixas do streaming e a princípio tem uso bastante simples, com o criador podendo organizar as canções como uma pilha de bloquinhos na linha do tempo do episódio.

Há uma pegadinha junto da permissão só acontecer ao Anchor: os podcasts que usarem o recurso só poderão ser escutados dentro do ecossistema do Spotify, especialmente por conta dos acordos da plataforma com gravadoras – apesar que a restrição não incomoda nem um pouco os planos de dominação da companhia na área. Outra limitação envolve as contas gratuitas, que só poderão escutar uma prévia de 30 segundos de cada faixa reproduzida nos episódios enquanto os usuários Premium terão acesso às obras selecionadas na íntegra.

“Nós pensamos que esta será outra ferramenta para os creators desbloquearem sua paixão pelo storytelling” escreve a gerente de programação da rede Liz Gateley à Variety, ao qual confirma que artistas também poderão utilizar o recurso para divulgar novos trabalhos; “Ela empodera os amantes da música com algo a dizer sobre suas músicas favoritas, a fazer aquele show perfeito enquanto beneficiando os artistas”.

Além da ferramenta, o Spotify também lançou na data de hoje sete novos podcasts originais e exclusivos de sua plataforma que aproveitam o recurso, com os usuários podendo ainda salvar em suas listas as faixas usadas nos episódios durante sua reprodução. Os programas incluem “10 Songs That Made Me”, no qual um artista ou celebridade vai poder lançar uma playlist comentada de canções que marcaram sua vida, e “Halleloo Happy Hour with DJ Shangela”, que trará a drag queen Shangela apresentando um programa de rádio com o recurso.

Compartilhe: