Bahianinho da Casas Bahia ganha visual adolescente e novo nome

É a primeira grande remodelação do personagem criado nos anos 60 e rebatizado de CB, que agora fala e age como influencer

por Pedro Strazza

O tempo passou e até mesmo o Bahianinho da Casas Bahia cresceu. A rede de varejo anunciou nesta sexta (16) uma remodelação de seu icônico mascote que passa a ser veiculada em todos os canais da marca a partir desta semana e que envolve uma transição de idade para o personagem, que agora é chamado CB.

O “rebranding” do mascote deve ganhar sua peça principal no próximo domingo, quando a Casas Bahia exibe na televisão o comercial “Quero Ser Grande”, mas o CB já circula nas redes sociais com o anúncio de 30 segundos acima chamado “Sou o Bahianinho, mas agora pode me chamar de CB”. Depois da grande estreia, uma nova ação digital batizada de “Evolução” deve começar a rodar as redes sociais a partir de terça, 20 de outubro.

A criação do personagem é da Miagui e a campanha fica a cargo da agência Y&R, que ao Propmark escreve que o novo personagem vai usar uma linguagem leve, animada e expressiva na hora de divulgar os produtos da rede – e há a previsão de uma apresentação em Libras em todos os seus vídeos, reforçando o comprometimento da marca com a inclusão. A estratégia é muito similar ao que a Magazine Luiza tem feito com a mascote Lu nos últimos meses: CB apresenta uma personalidade própria que conversa com o branding da empresa e fala sobre si e os temas de seu interesse – uma mudança radical em relação ao Bahianinho, que sequer falava.

Esta é a primeira grande transformação que a Casas Bahia realiza com seu mascote, que existe desde 1960 na mídia e já passou por algumas mudanças pontuais no visual – incluindo aí cabelo, rosto e roupas. O visual também acompanha uma maior presença na relação com o consumidor, pois de acordo com o Meio e Mensagem ele deve interagir mais com os clientes digitais para anunciar ofertas, promoções e oportunidades nas redes – além de ajudar o público mais velho e prestar assistência sobre eventuais casos.

“A nova fase da marca exige um porta-voz que personifique esses valores e essa personalidade.” escreve o CEO da Via Varejo, Roberto Fulcherberguer, no anúncio do personagem; “Transformar o Bahianinho no jovem CB permitirá que ele se comunique com os clientes e que também atue como mais um ponto de humanização no relacionamento com o cliente e em diferentes temas como a tecnologia e a sustentabilidade. Frentes que também dão a tônica na transformação em andamento na companhia desde o ano passado”.

Além do lançamento através de vídeos e anúncios, a marca pretende promover uma “viagem” virtual do mascote pelo Brasil, com ele entrando em contato com a influência da companhia na vida dos consumidores e trabalhar temas importantes como a sustentabilidade. A promoção de assuntos relacionados ao meio-ambiente deve ser o primeiro tópico de interesse do personagem nestes primeiros dias de vida, aliás, com a Casas Bahia promovendo diversas iniciativas que realiza na área a partir de suas ações.

Compartilhe: