vacina-pfizer-covid19

Estudo aponta que vacina alemã tem 90% de eficácia contra Covid-19

Pesquisadores também acreditam que os efeitos imunizantes não serão de curta duração

por Soraia Alves

Uma vacina contra a Covid-19, desenvolvida em conjunto pela empresa alemã BioNTech e sua parceira nos Estados Unidos, a Pfizer, apresentou novos resultados animadores nesta segunda-feira, 09/11. Segundo os primeiros resultados de testes realizados na fase 3, a vacina tem 90% de eficácia na prevenção da Covid-19.

De acordo com os relatórios, até agora não foi encontrado nenhum ponto que ameace a segurança da vacina. Além disso, os pesquisadores acreditam que os efeitos imunizantes não serão de curta duração. Até o momento, mais de 43.500 participaram dos testes.

Se comprovada sua eficácia, a vacina Pfizer BioNTech seria um avanço na corrida pela imunização contra o novo coronavírus. Segundo o presidente e CEO da Pfizer, Albert Bourla, em comunicado: “O primeiro conjunto de resultados do nosso ensaio de Fase 3 da vacina contra a Covid-19 fornece a evidência inicial da capacidade da nossa vacina em prevenir a doença”.

Por enquanto, outros detalhes sobre a vacina não foram disponibilizados, como sua eficácia em grupos de risco como idosos. As análises continuarão pelos próximos dias, e a Pfizer espera conseguir mais resultados positivos e importantes em cerca de uma semana. A empresa busca obter dois meses de dados de acompanhamento de segurança, métrica exigida pelos reguladores dos EUA antes de uma autorização de emergência ser concedida.

Se tudo seguir sem problemas, a Pfizer pode solicitar uma autorização nos EUA ainda este mês.

Compartilhe: