Alphabet apresenta projeto para levar internet de alta velocidade a vilas do Quênia

Projeto da empresa implementa torres para garantir conexão de qualidade na África Subsaariana

por Matheus Fiore

A Alphabet, gigante por trás do Google e do YouTube, anunciou uma novidade para seu projeto Free Space Optical Communications. Agora sob o nome Projeto Taara, o plano visa utilizar caixas que manipulam feixes de luz para manter uma internet eficiente no Quênia. O projeto levará internet de alta velocidade para regiões carentes da África Subsaariana.

Em uma postagem no blog da empresa, o gerente por trás do Taara, Mahesh Krishnaswamy, afirmou que seu time está trabalhando ao lado de gigantes das telecomunicações como a Econet para viabilizar o projeto. “A conectividade é mais importante do que nunca. A pandemia forçou uma mudança drástica em como trabalhamos, aprendemos e mantemos contato com familiares e amigos, além de ter ressaltado a importância da internet rápida e acessível em nossas vidas”, diz um trecho do texto.

A parceria com a Econet permitirá que as estações da Alphabet recebam e distribuam internet de alta performance em cidades e vilas do Quênia. Com esse método, não há necessidade de haver uma conexão física para manter a internet – como o uso de fibra, por exemplo –, o que barateia e facilita a manutenção de todo o sistema.

Como pontua o Engadget, o projeto também tem suas limitações. Os terminais funcionam melhor em distâncias dentro de 20km e precisam de um caminho “desobstruído” para funcionarem de maneira plena. Por isso, então, há o uso das torres nas estações, para que elas se comuniquem sem interferência física no espaço entre elas. Porém, o projeto empolga por ainda ter muito espaço para aprimoramento e por já levar um progresso enorme para as regiões inclusas no planejamento.

Compartilhe: