ecb9

46% dos brasileiros aumentaram o número de compras online durante a pandemia

Pesquisa da Mastercard indica mudança que pode ser definitiva para comportamento do consumidor

por Matheus Fiore

Uma pesquisa realizada pela Mastercard e Americas Market Intelligence (AMI) em 13 países da região da América Latina e do Caribe indica uma enorme mudança nos hábitos de consumo de países como Brasil e Argentina. Houve um grande aumento no uso de serviços financeiros, o que revela como as empresas terão que se adaptar a esse novo ecossistema digital gerado pela pandemia.

O estudo, que foi apresentado durante o Fórum Anual de Inovação para América Latina e Caribe, mostra o impacto da pandemia do novo coronavírus no comportamento do consumidor no continente. Os resultados revelam que o distanciamento social impulsionou o e-commerce: 46% dos brasileiros aumentaram o volume de compras online durante a pandemia enquanto 7% compraram online pela primeira vez.

De acordo com os dados, mais de 40 milhões de pessoas foram bancarizadas nos últimos meses e, até o final do ano, a AMI estima que 50 milhões de usuários terão comprado online pela primeira vez. É, portanto, uma mudança daquelas que, provavelmente, impactará para sempre na relação entre o consumidor e a compra online, já que a migração para a compra digital parece ser uma tendência de consumo mundial.

A mudança, claro, impacta também na circulação de dinheiro em espécie. Houve uma queda acentuada em cada mercado devido ao aumento do e-commerce e das variadas alternativas para pagamento. O estudo revela que no Brasil, 57% dos consumidores estão usando menos dinheiro por conta da COVID-19, sendo que 38% reduziram seu uso em pelo menos 20%.

“O Brasil, assim como o restante da América Latina, está em um ponto de virada para a digitalização da economia e do varejo, no qual opções de pagamento seguras e convenientes se tornaram uma prioridade”, afirmou Ana Paula Lapa, vice-presidente de Produtos & Inovação da Mastercard Brasil.

Compartilhe: