Comercial da Match apresenta o casal demoníaco do ano: o diabo e 2020

Produzido por agência de Ryan Reynolds, vídeo também marca estreia de nova versão de "Love Story", regravada por Taylor Swift por conta de uma batalha judicial

por Pedro Strazza

A essa altura já virou senso comum que 2020 é de longe o pior de todos os anos recentes, graças a um combo de péssimas notícias com a atual pandemia do coronavírus e seu distanciamento social dos infernos – nem mesmo a vitória de Joe Biden e o Oscar de “Parasita” salvam mais. Pensando nisso, a Match resolveu lançar um comercial de fim de ano que apresenta o ano ao seu único equivalente romântico possível: o diabo.

O resultado é “Match Made In Hell”, peça da companhia de aplicativos de relacionamento que busca promover a ideia de que o público torne 2021 no seu ano… depois de todo o desastre que foram os últimos doze meses. Em menos de um minuto e meio a peça dá conta de quase todos os desdobramentos da pandemia, incluindo a falta de papel higiênico e a paralisação dos esportes – confira acima na íntegra.

Além de ser produzida pela Maximum Effort de Ryan Reynolds, “Match Made In Hell” também marca a primeira ocasião em que Taylor Swift licencia uma nova versão de sua icônica “Love Story” para uma campanha publicitária. De acordo com a Rolling Stone, a cantora vem regravando os masters de todos os seus seis primeiros álbuns desde que perdeu a posse destes para Scooter Braun, que por sua vez vendeu o catálogo à Shamrock Holdings em outubro por US$ 300 milhões. Enquanto a luta na justiça continua, Swift produziu novas versões das canções, incluindo a que chega agora ao meio da publicidade.

A cantora inclusive divulgou o comercial no Twitter e confirmou que as regravações estão acontecendo – confira abaixo.

Compartilhe: