Nova Zelândia cria Floresta da Esperança plantando uma árvore para cada decepção de 2020

Nova Zelândia cria Floresta da Esperança plantando uma árvore para cada decepção de 2020

Vai faltar espaço pra tanta árvore

por Soraia Alves

O departamento de turismo da Nova Zelândia divulgou mais uma ação criativa para incentivar as visitas ao país. Dessa vez, o departamento convida as pessoas a transformarem todas as suas decepções de 2020 em árvores plantadas na chamada Floresta da Esperança.

A campanha pretende inspirar alguma positividade para o início de 2021, e pede que o público compartilhe suas decepções deste ano através do site. Para cada frustração compartilhada, os usuários são convidados doar a plantação de uma árvore na Floresta da Esperança para transformar essa bad em esperança.

Segundo Sarah Handley, gerente geral de Turismo da Nova Zelândia, as árvores nativas representam o desejo de um 2021 melhor do que 2020: “Na Nova Zelândia, os valores Te Reo Māori de manaaki e tiaki tornaram-se incrivelmente relevantes hoje. Manaaki fala sobre a importância de ter empatia e tiaki nos inspira a cuidar das pessoas e do lugar”, explica. “Enquanto nossas fronteiras permanecem fechadas para visitantes internacionais, queremos estender um pouco de manaaki e encorajar um senso de tiaki para aqueles que precisam de algum otimismo para o novo ano.”, finaliza.

O projeto é realizado em parceria com a organização Trees That Count, que foca na conservação da natureza nativa da Nova Zelândia. As pessoas que doarem uma árvore podem acompanhar a jornada de crescimento da mesma através do site.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link