Nova Zelândia cria Floresta da Esperança plantando uma árvore para cada decepção de 2020

Vai faltar espaço pra tanta árvore

por Soraia Alves

O departamento de turismo da Nova Zelândia divulgou mais uma ação criativa para incentivar as visitas ao país. Dessa vez, o departamento convida as pessoas a transformarem todas as suas decepções de 2020 em árvores plantadas na chamada Floresta da Esperança.

A campanha pretende inspirar alguma positividade para o início de 2021, e pede que o público compartilhe suas decepções deste ano através do site. Para cada frustração compartilhada, os usuários são convidados doar a plantação de uma árvore na Floresta da Esperança para transformar essa bad em esperança.

Segundo Sarah Handley, gerente geral de Turismo da Nova Zelândia, as árvores nativas representam o desejo de um 2021 melhor do que 2020: “Na Nova Zelândia, os valores Te Reo Māori de manaaki e tiaki tornaram-se incrivelmente relevantes hoje. Manaaki fala sobre a importância de ter empatia e tiaki nos inspira a cuidar das pessoas e do lugar”, explica. “Enquanto nossas fronteiras permanecem fechadas para visitantes internacionais, queremos estender um pouco de manaaki e encorajar um senso de tiaki para aqueles que precisam de algum otimismo para o novo ano.”, finaliza.

O projeto é realizado em parceria com a organização Trees That Count, que foca na conservação da natureza nativa da Nova Zelândia. As pessoas que doarem uma árvore podem acompanhar a jornada de crescimento da mesma através do site.

Compartilhe: