Twitter anuncia fim do Periscope, o app que precedeu as lives nas redes sociais

Twitter anuncia fim do Periscope, o app que precedeu as lives nas redes sociais

Queda drástica do número de usuários e altos custos de manutenção foram decisivos para o fim do aplicativo, que será descontinuado e incorporado de vez ao Twitter a partir de março de 2021

por Pedro Strazza

Até que demorou, mas o Twitter enfim vai descontinuar o Periscope, aplicativo que permitia a transmissão e acompanhamento de vídeos ao vivo na internet a qualquer usuário. A confirmação foi dada pelo próprio app, que anunciou nesta terça (15) o desligamento das atividades da marca a partir de março de 2021.

https://twitter.com/PeriscopeCo/status/1338938315744014337

No anúncio oficial na página do Medium da empresa, o Periscope escreve que as atividades do serviço se tornaram “insustentáveis” já há um tempo, com a confirmação de que o uso da plataforma caiu substancialmente nos últimos anos – o que com o aumento dos custos resultou na decisão pelo fim. “Deixando em seu atual estado não é fazer o correto com a comunidade atual e anterior do Periscope no Twitter” escreve a companhia, que ainda declara que a decisão teria acontecido antes se não fosse todo o remanejamento de prioridades ocorrido por conta da pandemia nos últimos meses.

Enquanto o aplicativo do Periscope será removido das lojas virtuais até o começo de março, a próxima atualização vai impedir que novos usuários sejam criados na plataforma. Sobre os conteúdos, a empresa diz que transmissões compartilhadas no Twitter continuarão disponíveis na rede social em forma de replays, e todos os usuários poderão baixar conteúdos passados e arquivados antes do desligamento total na data final. Como é de se esperar, a equipe e a infraestrutura do app serão incorporados ao atual dono, o Twitter.

Como bem comenta a jornalista Jane Manchun Wong, a decisão implica muito mais o fim da marca Periscope que o desligamento das atividades, conforme o time responsável pela plataforma deve reaproveitar os esforços de transmissão de vídeo ao vivo para outros produtos do Twitter – incluindo o Twitter Live, o Fleets e o vindouro Spaces.

Fica a homenagem ao aplicativo que para sempre morará no coração de muitos. Comprado pelo Twitter antes mesmo de seu lançamento em 2015, o Periscope foi um dos primeiros serviços a mostrar o potencial das gravações ao vivo no mundo das redes sociais, muito antes das lives monopolizarem as atenções em espaços como o Instagram e o YouTube.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link