cover-ubereats

Em balanço do ano, Uber destaca uso do serviço de entrega durante a quarentena

Empresa também ressalta que apesar das adversidades, as pessoas ficaram mais generosas, dando valores extras em mais de 70% das viagens e entregas globalmente

por Soraia Alves

Todo mês de dezembro, a faz um balanço de como foi o ano passado. Como todos sabemos, 2020 foi um ano diferente. À medida que a pandemia avançou, o mundo parou bruscamente e, em apenas alguns dias, a empresa afirma que deixou de conectar mais de 16 milhões de viagens por dia em todo o mundo. A partir dai, a Uber focou em novas maneiras de usar o aplicativo, a fim de apoiar parceiros, usuários e comunidades.

A empresa destaca o Uber Flash como exemplo dessa adaptação do negócio. O serviço foi criado durante a pandemia para usuários solicitarem viagens para enviar itens ou artigos pessoais para seus amigos e familiares sem sair de casa. A adaptação ajudou a aumentar o número de pedidos para os motoristas parceiros e os ajudou a gerar mais renda.

Segundo a Uber, “no Dia dos Namorados e Dia dos Pais, observamos picos de crescimento de mais de 100% nos pedidos de entrega. Agora para o fim de ano, lançamos o Amigo Uber Secreto que traz uma solução para organizar as comemorações de um jeito diferente, mesmo sem sair de casa”.

Outros dados de destaque do balanço da Uber são:

  • A empresa investiu mais de R$ 50 milhões no Brasil em medidas de segurança e apoio desde o início da pandemia.
  • Cerca de 160 mil carros e mochilas de entrega foram higienizados nos Centros de Higienização espalhados pelo país.
  • Mais de 43 mil divisórias foram instaladas em veículos e mais de 50 mil kits com itens de proteção e higiene (máscara, álcool em gel e desinfetante) foram distribuídos a parceiros.
  • Mais de 1 milhão de viagens foram feitas utilizando a função U- Elas , que permite que mulheres motoristas parceiras tenham a opção de receber somente chamadas de passageiras que se identificam como mulheres.

A Uber também ressalta que apesar de todas as adversidades, as pessoas ficaram mais generosas neste ano, dando valores extras em mais de 70% das viagens e entregas globalmente, e com quantias 30% maiores do que antes.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link