Apple planeja mover fabricação de iPads para fora da China
cover-apple2

Apple planeja mover fabricação de iPads para fora da China

Aumento dos custos trabalhistas e ausência de prospecto sobre diminuição das taxas estariam por trás da manobra, que levaria grande parte do volume de fabricação dos aparelhos para o Vietnã

por Pedro Strazza

A Apple pelo visto considera a decisão de mover a fabricação dos iPads para fora da China pela primeira vez na História. A informação vem do Nikkei, que diz que a mudança pode acontecer no meio do ano e em direção ao Vietnã. Além disso, a fabricação de iPhones também já estaria aumentando na Índia, onde a companhia começou a produzir unidades da linha 11 em 2020 e agora pode ampliar para a série 12 ainda neste trimestre.

A reportagem do jornal aponta que a ideia da Apple seria de diversificar a linha de montagem de seus produtos para fora da China, mesmo com o prospecto de alívio das tensões geopolíticas do país com os EUA agora que Donald Trump não mais é presidente. A manobra aconteceria dois anos depois da empresa ter movido de 15 a 30% da montagem de seus aparelhos para fora do território chinês.

Outro motivo que leva a Apple a tamanha remodelação da estratégia de negócios são os temores de que o governo de Joe Biden não diminua as tarifas de importação de produtos vindos da China, além do aumento de custos trabalhistas no país que já vem criando dúvidas no Vale do Silício.

Além dos dois aparelhos mais celebrados, a Nikkei aponta que a companhia já vem mantendo a produção de AirPods Pro no Vietnã e planeja também expandir os trabalhos na região deslocando a fabricação de HomePods e MacBooks para lá – os Mac minis, por outro lado, já foram movidos para a Malásia.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link