fbpx
clubhouseb9

Clubhouse mal bombou e já foi bloqueado na China

Nova rede social de conversas por áudio segue mesmo destino de Facebook, Twitter e demais redes norte-americanas no país

por Matheus Fiore

O Clubhouse mal estreou e já se tornou um sucesso após figurões como Elon Musk divulgarem que estão utilizando o app. Isso não impediu, porém, que a nova rede social já fosse banida da China, como acontece com Twitter, Facebook e outras mídias sociais.

Tudo começou quando milhares de usuários chineses descobriram que não tinham mais acesso ao aplicativo na manhã dessa segunda, 8 de fevereiro. A questão virou assunto nos grupos de WeChat, principal rede social do país, até que foi anunciado que o app de conversas por áudio foi de fato banido em todo o território chinês.

Além do sucesso nos Estados Unidos, o Clubhouse estava crescendo rapidamente na China, atraindo milhares de usuários pra suas salas de bate-papo por áudio. O TechCrunch afirma ainda que é improvável que o país volte atrás e libere o app, já que o histórico recente mostra que a China não costuma dar muito espaço para as redes sociais de origem americana.

O banimento, porém, não é em vão. O Clubhouse tem enfrentado criticas até mesmo nos EUA por ter uma moderação de conteúdo ineficaz e poucas políticas de prevenção de abuso. Há um receio de que a plataforma se transforme em um espaço bem visto por grupos que promovem discurso de ódio, abuso e práticas criminosas – principalmente agora que redes como o Twitter e o TikTok têm sido mais rígidos em relação a grupos de extrema-direita que propagam ódio nas redes.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link