mastercard-scoops-up-open-banking-company-finicity-amid-big-digital-push-marketwatch

Mastercard começa a aceitar pagamentos em criptomoeda ainda este ano

Empresa quer adotar moedas virtuais seguras de forma a dar a opção a consumidores e negócios

por Pedro Strazza

O Mastercard é a mais nova empresa a adotar as criptomoedas como forma de pagamento. A companhia anunciou na última quarta (10) que começou os preparativos em seus serviços financeiros para suportar moedas do tipo, com previsão de que ainda este ano os usuários possam fazer pagamentos a partir de montantes acumulados no formato.

No blog oficial, o vice-presidente Raj Dhamodharan escreve que a decisão e filosofia da Mastercard sobre o tema envolve a oportunidade de dar escolha aos clientes. “A Mastercard não está aqui para recomendar que você comece a usar criptomoedas” afirma o executivo; “Nós estamos aqui para permitir que consumidores, varejistas e negócios se mudem para valores digitais – tradicionais ou cripto – da forma que eles quiserem. Deveria ser sua escolha, é o seu dinheiro”.

Posto isso, nem toda moeda virtual vai ser aceita pela companhia. O Mastercard no momento avalia criptomoedas que atendam critérios de segurança, confiabilidade e conformidade, com o ponto da proteção do consumidor sendo priorizado. Ou seja, quanto mais opções de privacidade sobre as informações do usuário melhor, com Dhamodharan afirmando que a companhia quer “o mesmo nível de segurança que as pessoas passaram a esperar de nossos cartões de crédito” e confirmando que a empresa vai exigir das moedas que respeitem regulações e leis locais de cada país.

O anúncio segue os passos de empresas como o PayPal e a Tesla, que recentemente confirmaram planos e (no caso da primeira) implementaram criptomoedas como forma de pagamento. A empresa de Elon Musk ainda investiu 1,5 bilhão de dólares na bitcoin como parte de uma flexibilização dos “retornos financeiros que não requeiram a manutenção de uma operação líquida adequada”.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link