queer-eye

Netflix anuncia investimento de US$ 100 milhões em conteúdos focados em diversidade

Fundo para Ações Criativas vai investir o valor total em conteúdos da plataforma ao longo dos próximos 5 anos

por Soraia Alves

A Netflix anunciou hoje um Fund for Creative Equity (Fundo para Ações Criativas), que vai investir US$ 100 milhões em conteúdos na plataforma focados em diversidade pelos próximos 5 anos. O fundo funcionará em parceria com organizações externas que, segundo o CEO e diretor de conteúdo Ted Sarandos, têm “um forte histórico de estabelecer comunidades sub-representadas para o sucesso nas indústrias de TV e cinema”.

Segundo o comunicado, o fundo também contempla a diversidade entre os profissionais da empresa, a fim de criar “identificar, treinar e fornecer empregos para talentos emergentes em todo o mundo”.

O anúncio vem depois que a Netflix apresentou em janeiro o seu primeiro relatório de diversidade, mostrando os resultados de um estudo que avaliou filmes e séries de TV da plataforma de 2018 a 2019 sob o contexto de diversidade e inclusão. Conduzido pela USC Annenberg Inclusion Initiative, o estudo indicou que, embora os programas da plataforma tenham progredido em direção à inclusão, ainda há melhorias a serem feitas, pois “a representação racial/étnica varia por grupo” e “personagens LGBTQI+ e personagens com deficiência são raros.”

Em geral, os resultados mostram que a Netflix realmente fez algumas melhorias nos últimos dois anos em relação ao assunto, especialmente quanto à inclusão “de mulheres na tela e nos bastidores, de elencos negros e criativos e de mulheres negras em papéis principais”.

O estudo mediu 22 indicadores de inclusão e, de todos eles, descobriu que “os filmes e séries da Netflix melhoraram ligeiramente a significativamente de 2018 a 2019 em 19 métricas”. Também vale ressaltar que os conteúdo de 2020 não entraram na análise.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link